Daniel 2

Capítulo 2: Daniel interpreta os sonhos de Nabucodonozor
1.Deus usou o sonho de Nabucodonozor para promover Daniel e seus amigos. Era comum os reis buscarem seus feiticeiros para interpretar seus sonhos. Inventar interpretações pode ser fácil para pessoas com boa imaginação, mas o rei exigiu que o intérprete falasse qual era o sonho e sua interpretação. Daniel foi a salvação de todos os feiticeiros ao se voluntariar para interpretar o sonho (v.1-16).

2.Daniel era submisso a Deus e a Ele orava, mas não fazia isto sem a ajuda dos seus amigos. A revelação veio a Daniel, mas ele agradece a Deus por ter respondido a todos os seus amigos e não somente a ele. Isto nos mostra que as respostas de orações são a todos os que oraram e não apenas ao que recebeu a resposta diretamente (v.17-23).

3.Daniel oferece ao rei a interpretação do sonho. É uma profecia muito importante, pois define o destino das nações. A pedra cortada sem o auxílio de mão (v.34) é Jesus Cristo. Os pés tem uma mistura do governo humano com o governo do Anticristo. Daniel foi recompensado e não se esqueceu dos amigos. Quanto aos reinos descritos neste sonho e a interpretação veja o desenho a seguir (v.24-49).

Nenhum comentário:

Postar um comentário