Mateus 8


Capítulo 8: As curas, o discipulado, o poder sobre as águas e os gadarenos
1.As curas e sinais que Cristo executava eram proféticos e não apenas didáticos e terapêuticos. Para ser identificado como o Cristo precisava realizar os sinais. Os milagres de Jesus neste capítulo mostram Sua submissão à Lei (leproso), amor pelos gentios (criado do centurião), favor pelos anfitriões (sogra de Pedro) e o cumprimento de profecias (cura de todos) (v.1-17).

2.O discipulado que Jesus ofereceu vinha com a exigência de renúncia, ilustrando Suas palavras sobre o caminho estreito. Aquele que pediu para sepultar o pai primeiro indica sua preocupação lícita para com o pai idoso. Depois que o pai morresse, ele seria um discípulo. Jesus quer que renunciemos tudo primeiro e O sigamos. Certamente, como um Deus justo, Ele não permitiria que aquele homem abandonasse seu pai. Primeiro nossas intenções, depois a direção para o discipulado. Se Ele chama também contribuirá para que sejamos colocados no lugar que devemos estar (v.18-22).

3.Jesus sendo Deus tem poder sobre a natureza e os fenômenos dela. Jesus sendo homem dormia. Jesus sendo o Mestre repreendia Seus alunos (v.23-27).


4.Gerasenos eram da vila de Gerasa e gadarenos porque Gerasa ficava na cidade de Gadara. Marcos e Lucas citam apenas um homem, talvez dessem atenção àquele que tinha a possessão mais evidente e agressiva. Os demônios serão presos. Alguns já estão aprisionados e este texto nos leva a crer que alguns podem ser presos em qualquer época. Este território é judeu, mas contra a lei de Moisés estão criando porcos. Se uma alma vale mais que o mundo inteiro, é claro que também vale mais do que 2 mil porcos[1] (v.28-34).



[1] É comum abater um porco com 90 kg. O prejuízo, portanto, foi de mais ou menos 180 toneladas de carne, mais de 1 milhão de reais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário