Atos 13


Capítulo 13: A primeira viagem missionária
1.A necessidade de profetas era para mostrar aos crentes a vontade de Deus, visto que o cânon não estava completo. Niger é uma palavra latina que significa negro, era o apelido de Simeão, identificando-o como africano. Alguns afirmam que é o Simeão cirineu que carregou a Cruz (Marcos 15.21). Manaem foi amamentado pela mesma mulher que Herodes Antipas, que matou João Batista. O Espírito Santo falou pelos profetas, certamente. Os mestres interpretavam a Bíblia. A imposição das mãos era um sinal de bênção (v.1-3).

2.Durante duas décadas os missionários procuravam os judeus em primeiro lugar por quatro motivos.

1.Por direito 
2.Por "parentesco" 
3.Por preconceito às vezes 
4.Pela facilidade de identificação


3.Barjesus significa filho de Josué ou filho da salvação. Era um falso profeta, distorcia a palavra de Deus com suas mágicas. Procôncul era o governador de uma província. Pela primeira vez Saulo é chamado Paulo (Saulo, hebraico=pedido e Paulo, grego=pequeno). Paulo era o nome romano de Saulo, alguns dizem que se referia à estatura dele. Elimas foi disciplinado e Sérgio Paulo ficou maravilhado e creu (não por causa da disciplina, mas por causa da pregação do evangelho). Era comum aos governadores terem mágicos e astrólogos em seu séqüito (comitiva). Daqui para frente o nome Paulo precede ao de Barnabé, indicando a liderança nas viagens (v.4-12).

4.Não é mencionado porque João Marcos os deixou. No capítulo 15 vemos que isto desagradou muito a Paulo e afetou até mesmo o relacionamento dele com Barnabé, que tomou o partido do primo. Porém, Paulo aceitou João Marcos, finalmente. Marcos escreveu o evangelho (v.13).

5.Antioquia da Psídia, região montanhosa. Muitos salteadores se refugiavam ali (2 Coríntios 11.26). Era província romana, portanto, o idioma era o latim. Era lido parte do Pentateuco em cada reunião durante um ano. Quando havia estranhos, judeus, eram convidados a falar. “Varões israelitas” refere-se aos judeus e “todos que também temei a Deus” refere-se aos prosélitos ou semi-prosélitos. Começando pela base que tinham, o Velho Testamento, Paulo expôs o evangelho. Muitos creram, e os que não creram perseguiram e os expulsaram do território. Paulo afirmou que Deus o chamou para pregar aos gentios (v.46-47). Os judeus aproveitaram a influência que as mulheres tinham sobre seus maridos para expulsar os missionários (v.50). Eram mulheres da alta sociedade na província (v.14-52).

Nenhum comentário:

Postar um comentário