Atos 24


Capítulo 24: Paulo perante Félix
Os judeus contrataram um orador que estava familiarizado com o linguajar dos tribunais romanos. Ele usa de toda a retórica que os romanos tanto gostavam (v.1-5). Tértulo mentiu para complicar Paulo, pois este nunca profanou o Templo (v.6). Paulo recebe a Palavra para se defender (v.10ss). Paulo não admite que chamem o cristianismo de seita (v.14). Novamente, Paulo menciona a consciência (v.16). O v.17 refere-se às ofertas que Paulo conseguiu na 3ª viagem missionária para ajudar os necessitados em Jerusalém, que eram representantes da nação judaica. Os que acusam Paulo não estavam presentes, são os judeus da Ásia (v.19). Félix tinha conhecimento a respeito do Caminho, pois sua esposa sendo judia, interessava-se por essas questões (v.22). Félix adiou o caso até a vinda de Cláudio Lísias. Paulo não foi mal-tratado (v.23). Félix ficou amedrontado, pois os romanos são místicos e medrosos a respeito das forças espirituais (v.25). Félix esperava de Paulo algum tipo de suborno (v.26). Paulo ficou dois anos detidos por negligência e displicência por parte de Félix, que "engavetou" o caso para agradar os judeus e ser "justo" para com Paulo ao mesmo tempo. Deixou o caso com o seu sucessor, Pórcio Festo (v.27).

3 comentários:

  1. Obrigado pela explicação. Estou iniciando na leitura da bíblia no qual confesso que entendo muito pouco o que leio. ë muito importante ter alguém que possa esmiuçar a palavra para nós iniciantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é o melhor projeto de sua vida. Precisando de alguma explicação a mais, terei alegria em servir a você. Deus o abençoe.

      Excluir
  2. Agradeço a Deus e você que me explicou a luz da palavra que eu procura a entender,pois estou passando por uma luta em que pedi a DEUS que me desse uma palavra,e foi esta em atos 24.

    ResponderExcluir