Gálatas 2

Capítulo 2: A justificação pela fé em Cristo Jesus
1.Paulo visitou Pedro, não para aprender sobre a Igreja, pois ele já havia aprendido nos três anos com Jesus. O principal da Igreja, Pedro, e aquele que viria a ser o principal se encontram para ter comunhão. Depois de Paulo visitar seus familiares na Síria e Cilícia e trabalhar em Antioquia, volta para Jerusalém com Barnabé e Tito. Passaram-se quatorze anos. Paulo não estava obedecendo algum concílio ou determinação de alguma igreja, seja Antioquia ou Jerusalém. Ele foi movido pela revelação do Senhor. O modo que ele pregava aos gentios era aprendido com Jesus e todos os demais apóstolos deveriam seguir o mesmo exemplo. Os irmãos em Jerusalém respeitaram o conteúdo da mensagem do evangelho e não exigiram a circuncisão de Tito. Os crentes não deveriam retroceder por causa dos judaizantes. Paulo não tinha respeito pelos falsos irmãos que eram falsos mestres e não crentes. Paulo e Pedro não eram rivais, embora a tendência de seus ministérios era para grupos diferentes . Todos concordaram que Paulo era um obreiro aos gentios, mas esperavam que ele se lembrasse dos judeus por onde fosse, sendo que muitos eram pobres, Paulo levantou ofertas nas províncias para ajudá-los em Jerusalém (2.1-10).

2.Se havia problema por parte dos judaizantes, havia também entre os crentes, pois Pedro estava agindo como se fosse errado estar com os gentios e ficava com medo que os judeus o confundissem como aquele que dava importância a outro povo. Não era necessário isto, pois judeus e gentios crentes são irmãos em Cristo, sem qualquer barreira. Pedro e até Barnabé estavam de alguma forma sendo judaizantes e legalistas. Paulo explica que os crentes não andam segundo os próprios esforços, mas vivem debaixo da graça do Senhor Jesus que nos uniu. O legalismo é uma forma de edificar aquilo que já foi destruído, as obras da carne e da lei. A morte de Cristo operou a salvação e nos deu o privilégio de morrer com Cristo. Dessa forma, tudo vem Dele e nossas obras de justiça operadas pelo Espírito Santo retornam para o Senhor em glória  (2.11-21).


Nenhum comentário:

Postar um comentário