Jeremias 38

Capítulo 38: Jeremias na cisterna
1.Poderíamos dar um sub-título: Quando não sirvo para os homens, sirvo para Deus. Jeremias pregou uma mensagem odiada, mas o melhor é se entregar aos planos de Deus. O homem quer discutir com Deus, no entanto, sabemos que não aceitar os métodos de Deus é rebeldia e era assim que o povo estava vivendo naqueles dias. Jeremias ficou nas mãos de um povo furioso e um rei fraco. Os homens queriam enfrentar a Babilônia e duvidavam do amor de Jeremias pela nação. O rei Zedequias era covarde e sem liderança e isso fica bem claro no texto. Um líder fraco sempre cede às ameaças. Deus se lembrou de Jeremias através de um eunuco. Lançado naquela cisterna, Jeremias ficou atolado na lama. Na verdade, era a fossa (teet em hebraico). Quando os homens abandonam, Deus se lembra. O Senhor se lembrou de Jeremias através do eunuco etíope, um homem que não tinha vínculo com os judeus nacionalistas, por isso, podia compreender Jeremias e seu sofrimento. O rei era tão fraco que a decisão de lançá-lo foi mudada para resgatá-lo. Melhor para Jeremias (v.1-13).

2.Zedequias, pelo menos, reconhecia a coragem de Jeremias. O profeta Jeremias sabia que o rei era volúvel. O rei queria uma palavra segura. As pessoas são inseguras e querem ouvir alguém de convicção.
Se não defendemos a nossa fé ninguém nos acreditará. É uma boa pergunta: você é tímido em qual assunto? Zedequias preocupava-se com sua imagem. Jeremias ofereceu um escape para Zedequias que era se entregar. Zedequias tinha medo de ser envergonhado. Jeremias deveria ser o conselheiro real, pois na prática foi isso o que aconteceu. O crente por vezes aconselha os incrédulos. Nem sempre estes reconhecem, mas não devemos fugir de dar o recado de Deus para as pessoas e mostrar como um crente fiel resolve as questões que surgem (v.14-20).

3.As mulheres do rei sentiriam a sua decisão errada. Sabemos que as mulheres são um dos maiores bens de um rei e ele as perderia. Até os bons amigos do rei o enganariam. Com isso, vemos que Jeremias esteve na cisterna, mas quem estava atolado era o rei (v.22). Toda a brutalidade dos caldeus foi culpa do rei Zedequias. Nossa vida poderia ter menos sofrimento se obedecêssemos ao Senhor. É claro que o sofrimento por obedecer ao evangelho de Cristo também vem, mas é diferente do sofrimento por desobedecer ao Senhor. Como Pedro disse, se tivermos que sofrer que seja por sermos fiéis e não malfeitores (v.21-23).

4.Jeremias não falou além do que precisava. Zedequias temia mais por sua própria imagem do que temia a Deus. Jeremias não mentiu, pois, de fato, suplicou por sua vida (v.15,26). O falar muito nos coloca em situações de risco. Mentir nos coloca em situação de risco também. Falar a verdade nos coloca em situação de risco, mas não diante de Deus. Temos que decidir sobre como usamos as palavras.

4 comentários:

  1. gostei muito deste site,pois tem mim ajudado bastante no estudo biblico. Deus abençõe a todos.

    ResponderExcluir
  2. Deus der inspiração a todos, para que venha colocar outros estudo muitos bons.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me fez entender mais este capítulo. Que o Senhor te abençoe.

      Excluir
    2. Que o Senhor continue te abençoando, ficou muito claro este texto de Jeremias;

      Excluir