Ezequiel 34



Capítulo 34: Profecia contra os pastores de Israel
1.Os pastores de Israel são líderes. A condenação que pesa sobre eles é a de terem alimentado a si mesmos em vez de alimentarem o rebanho de Deus. Neste versículo Deus fornece uma agenda completa para o pastor. Os de Israel foram maus, mas o pastor que desejar ser fiel poderá cumprir esta agenda com sucesso. Não havendo esses cuidados as ovelhas ficam à mercê das feras cruéis. Deus tirará as ovelhas das bocas dos pastores. A importância do pastoreio é muito grande, por isso, o próprio Deus assumirá a responsabilidade de pastorear suas ovelhas. Os pastores estão mais para lobo (v.1-10).

1.Fortalecer as ovelhas fracas.
2.Curar as ovelhas doentes.
3.Firmar com talas as ovelhas com ossos quebrados.
4.Trazer de volta as ovelhas desgarradas.
5.Buscar as ovelhas perdidas.
6.Não ser dominador cruel sobre as ovelhas.


2.Quando os pastores não apascentam as ovelhas confiadas a eles, o próprio dono das ovelhas deve assumir o comando e cuidar delas até conseguir pastores fiéis os quais não apascentam a si mesmos. Aqui há a promessa de Israel sendo trazido de todas as nações entre quais está disperso. A doutrina da substituição de Israel pela Igreja não pode ser verdadeira, pois o Senhor ainda tem planos distintos para a nação de Israel. No coração amoroso de Deus há espaço para a Igreja e para Israel. Não tentemos roubar Dele o direito de pastorear as ovelhas de Israel, pois Ele cuidará das ovelhas da Igreja e de Israel com igual amor (v.11-16).

3.As outras ovelhas são os líderes que deveriam pastorear bem, pois no final os pastores precisam ser pastoreados. No entanto, estão agindo como ovelhas gordas e fortes, empurrando as fracas para não beberem água e turvando as águas claras que elas deveriam beber tranquilamente. Os líderes beberam da boa água,mas não querem deixar as ovelhas fracas usufruírem. Deus é quem julgará os líderes e cuidará do rebanho enfraquecido. Alguns dizem que o servo Davi é Jesus, o Messias que é o descendente de Davi. Outros preferem afirmar que é o próprio rei Davi que apascentará o povo de Israel como um co-regente com Jesus, o Messias[1] (v.17-24).

4.O Senhor Deus não se limitou a fazer promessas de proteção às ovelhas dos dias do profeta Ezequiel, mas a toda a nação de Israel no reino messiânico. Haverá chuvas de bênção, árvores frutíferas, proteção, território e justiça. As ovelhas da época do profeta Ezequiel são homens desprotegidos, mas o Senhor é o Deus deles que as protegerá (v.25-31).



[1] Pr. Cleverson de Abreu Faria da Igreja Batista Salém. Pinhais - Curitiba – PR escreveu um artigo defendeu o ponto de vista que Davi reinará com Jesus. http://solascriptura-tt.org/EscatologiaEDispensacoes/ReinoMilenarJesusCristo-CleversonFaria.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário