Ezequiel 35



Capítulo 35: Profecia contra o monte Seir
1.O monte Seir é Edom, nação cujo ódio aumentou contra Israel. O Salmo 137 descreve a vingança contra Edom. O livro do profeta Obadias relata a queda da nação que entregou Judá a Babilônia. A cidade de Petra é um exemplo da demonstração do cumprimento da profecia. Documentários sobre essa cidade mostram o deserto em que se transformou. Tantos santuários encravados nas rochas, mas abandonados. A inimizade contra nosso semelhante pode nos deixar áridos (desertos e secos). Cristo nos chamou para amar nossos inimigos. Quem vive de sangue acabará sangrando. Quem vive de inimizades acabará, no mínimo, sem amigos (v.1-9).


2.A cobiça está muito ligada à inveja. Edom quis se aproveitar dos cativeiros de Israel e Judá, mas não ficou com nenhuma das duas divisões da nação. Pelo contrário, recebeu o mesmo destino de Judá, sendo capturada pela Babilônia a quem ajudou. Edom queria um território porque Judá e Israel não estavam mais ali, mas se esqueceu que o Senhor estava. Alegrar-se com a miséria dos outros e ainda desejar os despojos da queda de outros é bem típico dos incrédulos. Em trabalhos, escolas e até em seminários e igrejas, há pessoas desejosas por posições e para isso até desejam a queda do outro. Em casos mais gritantes, os despojadores até fazem o outro cair. Que nós, como crentes, não tenhamos tal atitude. Considerar o próximo como superior a nós é o que a Bíblia nos ordena (v.10-15).

Nenhum comentário:

Postar um comentário