Ezequiel 36



Capítulo 36: Profecia a respeito dos montes de Israel
1.As nações que desolaram os montes de Israel serão julgadas. No capítulo anterior, o profeta Ezequiel falou de Edom, a cidade odiosa que tentou se aproveitar de Israel e Judá, mas sem sucesso, pois Deus é quem cuida do Seu povo. As demais nações também odeiam Israel, mas igualmente não terão sucesso em seus intentos de destruí-la. O Senhor trará para Israel as bênçãos prometidas desde Abraão, Isaque e Jacó. A promessa de Deus foi de sempre estar com a nação. O aparente abandono, na verdade, é uma disciplina para Israel. A doutrina da restauração de Israel é tão verdadeira como a descida do Espírito Santo que resultou na formação da Igreja. Não existe tal doutrina da substituição em que a Igreja passa a receber as bênçãos de Israel. O Senhor jamais abandonou as promessas terrenas para a nação de Jacó (v.1-16).


2.A nação de Israel caiu feio em idolatria, por isso, Deus a espalhou pelas nações. No entanto, o Senhor lembrou-se da nação, não porque os judeus eram bons, mas por causa do próprio Nome de Deus. A santidade do nome de Deus não fica manchada porque o Seu povo desobedeceu. Da mesma forma, a Igreja do Senhor Jesus não acabará por causa dos escândalos de falsos pastores e mal testemunho dos seus frequentadores. A promessa de restauração de Israel envolve um novo coração e o Espírito Santo para serem capazes de agradar ao Senhor. É o mesmo que acontece conosco, os crentes da Igreja. Não seria possível agradar a Deus fora de Jesus Cristo e sem a plenitude do Espírito Santo. Não somos santos por nós mesmos. Nossas obras não produzem salvação e nem santificação. Precisamos do Senhor. O objetivo do Senhor em disciplinar Israel e em restaurá-la é fazer com que os povos saibam quem é o Senhor (v.17-38).

Um comentário:

  1. um comentário muito simples.todos podem ler e entender.também demonstra bastante humildade do irmão reconhecendo que a igreja também envergonha o nome de deus e que tem igreja que se utiliza dessa teologia da substituição que só serve para que esses por aí se engrandecerem contra israel.parabêns irmão.vou falar mais.as igrejas não gostam de israel.com essa fúria e ciúmes patentes a todos,se utilizam dessa teologia mas eles sabem que isso não existe mas eles querem mesmo assim humilhar o povo de deus.são uns falsificadores da palavra de deus.todos sabemos.

    ResponderExcluir