Gênesis 41



Capítulo 41: José se torna o segundo no Egito
1.José foi esquecido na prisão por dois anos. Deus usou o sonho de Faraó para livrá-lo da prisão. O sonho de Faraó se tornou conhecido no mundo empresarial, as vacas gordas e vacas magras. A outra versão do sonho, mas com o mesmo significado são as espigas miúdas e as espigas grandes e cheias. Faraó não conseguiu dentre os seus adivinhadores nenhum intérprete para o sonho. Finalmente, o copeiro, aquele que esquecera de José na prisão, se lembrou que ele poderia interpretar o sonho de Faraó, pois o copeiro, há dois também teve um sonho perturbador. Faraó deu chance para José
interpretar o seu sonho e, pela sabedoria de Deus, conseguiu (v.1-27).

2.Não apenas interpretou o sonho como deu diretrizes corretas para Faraó conduzir o seu reino. Faraó reconheceu o valor de José para o seu reino e o colocou em um posto acima até mesmo daquele que teve na casa de Potifar. Ele se tornou o Ministro da Fazenda de Faraó. No tempo de Deus, José foi reconhecido. O Senhor estava preparando José enquanto este estava preso. Tudo isso aconteceu na vida de José em poucos anos. Ele tinha apenas 30 anos. Graças a estratégica econômica de José, o Egito prosperou em uma época de fome. José se casou e teve dois filhos com nomes que tinha significado importante para o que ele passou. Manassés (fazendo esquecer-se) e Efraim (duplo fruto ou fruto completo). O Egito se tornou fornecedor de alimentos para o mundo todo e, consequentemente, muito rico (v.28-57).

“Da idade de trinta anos (46). Isso significa que José havia sofrido treze anos de humilhação no Egito. Ver 37.2. OS SONHOS DE FARAÓ SE CUMPREM (41.47-57). Os sonhos foram claramente dados por Deus, cujo cuidado providencial a favor de Seu povo torna-se assim evidente.”[1]


[1] Novo Comentário da Bíblia, pg.88 (Editado pelo Prof. F. Davidson, MA,DD. Editado em Português pelo Rev. D. Russell P.Shedd, MA, BD, PhD – Edições Vida Nova – São Paulo – SP – 2000)

Nenhum comentário:

Postar um comentário