Joel 3



Capítulo 3: O dia da decisão
O próprio Jesus falou desse tempo em Mateus 25, quando as nações serão reunidas e separadas como ovelhas e bodes. É o julgamento das nações que permanecerem no final da Tribulação. Não houve nenhum período da história em que isso foi realizado. Após o cativeiro não aconteceu isso, portanto, a Palavra de Deus que não pode mentir será cumprida em algum tempo. A sede pela luxúria é descrita nesse tempo. Entregavam um menino para terem uma prostituta. O roubo das riquezas de Israel é denunciado aqui. Os judeus também foram saqueados no período da segunda grande guerra. Há esforços atualmente para a recuperação dos bens dos judeus. Algumas profecias foram cumpridas naqueles dias, tais como a invasão da Babilônia em Tiro e Sidom. Deus fortalecerá todo o seu povo considerado fraco aos próprios olhos. Um dia as armas de guerra se transformarão em ferramentas de trabalho, mas aqui é o contrário. O Dia do Senhor será um dia de vingança contra os ímpios. Nesses dias, janeiro de 2015, a França sofreu um atentado que movimentou o mundo contra a violência religiosa. A Palavra de Deus não incentiva nenhum tipo de armamento fora de época. O Dia do Senhor não se trata de um bando de religiosos fanáticos destruindo as outras religiões, mas do próprio Jesus Cristo, o Messias de Israel, interrompendo a história da humanidade e estabelecendo o Seu reino. Joel descreve bem o Armagedom e chama de vale da decisão. Após a
batalha, haverá abundância na terra que passou por extrema fome. Não há acordos de paz eficientes e nem combate à fome totalmente eficaz em nossos dias. Somente com a intervenção de Jesus no mundo é que haverá transformação verdadeira (v.1-21).

“Tudo o que os inimigos tinham feito seria retribuído lextalionis (isto é, pela lei da retaliação)... Os filhos de Judá e Jerusalém. Serão despertados para a atividade e voltarão para a sua terra natal; as bênçãos do Senhor os tornarão fortes e poderosos.”[1]

O dia da decisão
1.Será um dia de prestação de contas pelos maus tratos contra Israel (v.2)
2.Será um dia de prestação de contas pelos atos de luxúria (v.3)
3.Será um dia de prestação de contas pelos roubos (v.5)
4.Será um dia de prestação de contas pelo tráfico humano (v.6)
5.Será um dia da virada do fraco para se tornar forte (v.10)
6.Será um dia de multidões (v.14)
7.Será um dia de interrupção da história de todo o universo (v.15)
8.Será um dia da chegada de Deus na terra para executar a justiça (v.16)
9.Será um dia de compensação para o povo de Deus (v.18)
10.Será um dia de purificação da terra (v.21)



[1] Comentário Bíblico Moody - Joel, pg. 18 – editado por Charles F. Pfeiffer (IBR – São Paulo – SP – 4ª impr. 2001)

Nenhum comentário:

Postar um comentário