Êxodo 6



Capítulo 6: Promessa de libertação
1.Moisés estava desanimado com tantas acusações, mas Deus o encoraja prometendo libertação. Moisés precisou ouvir novamente as bases do juramento de Deus a Abraão, Isaque e Jacó para avançar em sua missão como libertador. Às vezes, precisamos que o Senhor nos fale novamente através da Sua Palavra. O fato de Deus não libertar no mesmo momento do clamor não significa que Ele tenha desistido da libertação. Várias atitudes brotam em nosso coração quando a resposta às orações que vêm logo. A murmuração, a ingratidão, a acusação, o desânimo e a incredulidade são algumas dessas atitudes que depõem contra nós em tempos de espera. O povo não tinha um coração entregue à vontade de Deus, por isso, Ele precisava mostrar primeiro quem Ele é para que coloquem sua confiança Nele e se sintam povo Dele. O espírito inquieto e o sofrimento faziam o povo tirar o olhar das promessas de libertação. Os planos de Deus continuam o mesmo. Ele tinha avisado a Moisés que Faraó não cederia facilmente. Moisés levanta os velhos empecilhos para servir a Deus, tais como não saber falar. O Senhor não estava querendo discutir isso novamente com Moisés, pois tudo já estava conversado. Nosso problema é que trazemos de volta a velha
incredulidade para um Deus que já providenciou tudo para nossa vitória. O capítulo termina com um registro genealógico dessas personagens históricas, Moisés e Arão (v.1-30).

“O relacionamento de Arão à linhagem levítica é mencionado para enfatizar a importância de seu papel como sumo sacerdote (v.20,23)”[1]

O livramento de Deus na vida do homem
1.É para o homem reconhecer a mão poderosa de Deus (v.1)
2.É para o homem conhecer a Deus (v.2-3)
3.É para o homem voltar ao plano original de Deus (v.4)
4.É para o homem ser consolado das aflições (v.5-6)
5.É para o homem conhecer um novo relacionamento com Deus (v.7)
6.É para o homem reconhecer a Deus como Senhor absoluto (v.8-9)
7.É para o homem deixar de confiar em si próprio (v.10-13)



[1] Outlines by Dr. David Hocking,  The book of Exodus, Message No. 6 & 7, pg. 5 (Sem publicadora e sem data de publicação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário