Esdras 6

Capítulo 6: A resposta de Deus é a própria defesa para a obra de Deus
1.Na Babilônia não foi achado nada, pois os documentos em rolos ficavam na Média, pois o clima era mais seco que em Babilônia de clima quente e úmido, onde ficavam os documentos em tabuinhas. O documento existia e confirmava, inclusive quanto às despesas que corria por conta do tesouro real. O rei Dario não só confirmou como deu ordens diretas a Tatenai para sair dali para não atrapalhar a reconstrução (v.1-7).

3.O rei Dario acrescentou o seu próprio decreto, tirando dos impostos das províncias de Tatenai, para a
continuação da obra. O rei Dario só exigia que os judeus rogassem a Deus por ele. Paulo ordena à Igreja fazer o mesmo pelas autoridades (1 Tm 2.1-4). O rei Dario estava falando muito sério. O costume persa era empalar as vítimas. A história registra que o rei Dario empalou 3.000 babilônios depois de invadir a cidade (v.8-12).

4.Os homens maus dobraram-se sob a mão do rei. Os homens de Deus serviram a Deus livremente. Artaxerxes entrou em cena somente 70 anos mais   tarde. A glória foi de Deus e a alegria de seus servos. Deus foi glorificado com sacrifícios e o povo se santificou. É verdade que por ocasião da dedicação do Templo de Salomão, o número de sacrifícios foi 200 vezes mais, mas o povo era maior. Deus mostrou mais uma vez que é Soberano (Pv 21.1). “Rei da Assíria”. Dario é rei da Pérsia, mas dominou sobre a Assíria. Assim como Ciro era rei da Pérsia, mas foi considerado rei da Babilônia. Na obra de Deus, homens de Deus se levantam para servi-Lo. Na obra de Deus, homens maus usados por Satanás se levantam para atrapalhar a obra e os servos de Deus. Neste conflito entre homens maus e homens de Deus cada qual busca o seu próprio recurso. Nesta guerra, Deus responde para a Sua própria glória (v.13-22).

“Comparado à dedicação do primeiro templo, este era muito modesto. Salomão tinha oferecido 200 vezes mais animais. Os judeus ofereceram uma oferta pelo pecado, a qual envolvia o sacrifício de um bode para cada uma das doze tribos (v.17). A referência ao número das tribos de Israel sendo doze mostra que nenhuma das tribos foram ‘perdidas’ durante o cativeiro, como alguns atualmente dizem. O povo ainda é considerado a nação de doze tribos, chamada ‘Israel’ (2.2,59)”.[1]

A resposta de Deus é a única defesa do crente (Ed 6)
1.A carta-resposta com os simples fatos (v.1-5)
2.A resposta de Deus aos homens maus (v.6-7)
3.A resposta de Deus aos homens de Deus (v.8-12)
4.A resposta de Deus resulta em Sua própria glória (v.13-22)




[1] Notes on Ezra Dr. Thomas L. Constable, pg. 20-30 (Published by Sonic Light - 2014 Edition)

Nenhum comentário:

Postar um comentário