Números 19

Capítulo 19: A novilha vermelha e a purificação do pecado
1.A novilha vermelha pela oferta pelo pecado representa Jesus Cristo morto na cruz derramando o Seu próprio sangue. Alguém morreu em nosso lugar, mas não qualquer um, foi o próprio Deus. Aquele que nos oferece um jugo suave e leve. Ele nunca carregou o jugo do pecado, a não ser o nosso próprio fardo com os nossos pecados. Ele não é apenas sem defeito, mas é Santo. Ele foi totalmente consumido. Uma oferta completa. Até o sacerdote ficava imundo até à tarde, pois ofereceu sacrifício pelo pecado. Até mesmo a cinza recolhida representava o pecado e, por isso, quem a recolhia ficava imundo até à tarde. O pecado não é apenas uma má escolha, mas é
contaminado e contaminador (v.1-10).

“A novilha vermelha: tipo do sacrifício de Cristo como a base da purificação do crente do impureza contraída em sua peregrinação neste mundo e serve de ilustração do método de sua purificação.”[1]

2.As leis da contaminação eram bem rígidas e era impossível ficar limpo perto de um cadáver, pois este representa a morte e a consequência do pecado. Um simples vaso sem tampa ou sem esta estar lacrada ficava imundo. Até mesmo tocar em ossos de alguém que já morreu e, depois de muito tempo, restou apenas os ossos, a pessoa ficava imunda. O pecado não respeita limites territoriais, raças, e nem mesmo o tempo. O pecado contamina sempre. Entrar no santuário sem a devida purificação faz com que o santuário fique imundo e quem o poluiu deve ser eliminado da congregação (v.11-22).

A medida da purificação
1.Nossa purificação é medida pelo sangue do nosso substituto, Jesus (v.1-2)
2.Nossa purificação é medida pelo substituto perfeito e sem defeito (v.2)
3.Nossa purificação é medida pelo substituto que jamais carregou o jugo do pecado próprio (v.2)
4.Nossa purificação é medida pelo substituto que morreu fora das portas de Jerusalém (v.3)
5.Nossa purificação é medida pelo sangue do substituto aspergido sobre os que creem crentes (v.4)
6.Nossa purificação é medida pelo sacrifício completo do substituto (v.5-6)
7.Nossa purificação é medida pela Palavra purificadora de todos os nossos pecados (v.7-10)
8.Nossa purificação é medida pelo afastamento de todo o elemento contaminador (v.11-22)



[1] Scofield Reference Notes (1917 Edition) - Cyrus Ingerson Scofield (1843-1921) (extraído de comentários de e-sword versão 10.3.0 - 2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário