Números 24

Capítulo 24: Balaão – parte 3
1.Balaão buscou sinais para amaldiçoar Israel, mas não teve sucesso. Agora, ele não procura sinais, mas olha para o acampamento de Israel e mais uma vez tenta amaldiçoar o povo, porém, ele tinha os olhos abertos para saber que Deus está no controle abençoando o povo. Os olhos abertos jamais significaram que ele tinha o coração aberto. Ele estava no caminho da ganância, da imoralidade e da idolatria. Muitos falsos profetas têm os olhos abertos para saber que estão andando por outro caminho que não é a Palavra de Deus, porém, o coração deles está fechado para se converterem (v.1-4).

2.Balaão viu coisas lindas sobre Deus, mas o seu coração estava fechado, por isso, eram apenas
palavras. De qualquer maneira, não eram palavras vazias, pois vinham diretamente de Deus como testemunho contra Balaão, Balaque e toda a nação de Moabe. As palavras de Balaão falavam da morada de Israel. No entanto, Israel ainda está no deserto, porém, era uma antecipação e vislumbre da terra da promessa. Portanto, Israel teve um profeta falando coisas gloriosas financiado pelo seu inimigo, Balaque, o rei de Moabe (v.5-9).

3.Balaque não conseguia se conformar com a situação. Ele pagou Balaão para amaldiçoar Israel, mas pela terceira vez abençoa a nação. Balaque se vê no direito de não pagar Balaão, pois o serviço não foi completo e nem chegou perto do combinado. No entanto, para defesa de Balaão, ele advertira sobre a possibilidade das palavras de Deus serem bênção e não maldição. Para completar as visões de Deus, Balaão prenunciou a derrota de Moabe. Ele anunciou a vitória do Messias, Jesus Cristo, a estrela. Ele é o único que é a estrela e que tem o cetro. Ele será o rei sobre toda a terra. As profecias de Balaão não se limitaram a Moabe, mas também a respeito das nações vizinhas (v.10-25).

4.Balaão, não sendo justo profeta diante de Deus e do povo de Moabe e Israel, foi condenado e morto, porém, levou Israel a pecar. Satanás também já está derrotado, mas a sua influência tem feito muitos tropeçarem. Para outras referências do VT sobre Balaão veja Nm 25.1, 31.16, Js 13.22, Dt 23.4-5, Js 24.9-10, Ne 13.2, Mq 6.5.

“Finalmente, o infeliz Balaão, cujo coração estava ligado à iniquidade, vendo que não pôde amaldiçoar pelo poder de Satanás, procura frustrar as bênçãos de Deus guiando o povo ao pecado e idolatria… [como se vê no próximo capítulo]”[1]

O caminho de Balaão – parte 3
1.Olhos abertos por Deus, mas coração fechado por Satanás (v.1-4)
2.Profeta que fala coisas gloriosas de Israel, financiado pelo inimigo Balaque, o rei de Moabe (v.5-9)
3.Brigas internas dos que servem Satanás (v.10-14)
4.O Messias triunfante sobre as nações (v.15-25)
5.Para outras referências do VT sobre Balaão veja Nm 25.1-2 (imoralidade, idolatria e castigo), 31.16, Js 13.22, Dt 23.4-5, Js 24.9-10, Ne 13.2, Mq 6.5




[1] Synopsis of the Old and New Testaments - John Nelson Darby (1800 - 1882) ((extraído de e-sword version 10.3.0 - 2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário