Deuteronômio 28

Capítulo 28: Bênçãos
O povo de Israel tinha apenas que obedecer a Deus e receber as bênçãos. Não era um fardo pesado obedecer a um Deus amororoso, cuidadoso, atencioso, justo, protetor, generoso, sábio e todas as qualidades criativas não encontradas em nenhum outro ser. Mesmo não sendo de Israel, hoje, nós como Igreja somos abençoados com toda a sorte de bênçãos espirituais em Cristo Jesus nas regiões celestiais. As bênçãos do Senhor não trazem nenhum tipo de perturbação. Se nos sentimos privados ou negligenciados podemos ter a absoluta certeza que é porque não estamos desfrutando da rica fonte de bênção da nossa vida, o próprio Deus. Até quando não temos o que foi mencionado neste texto, como filhos, por exemplo, o Senhor nos enche de alegria e nunca haverá falta de crianças e adolescentes para discipular e ser bênção para eles. O contrário das bênçãos se daria apenas por
desobediência, como hoje, a indiferença e negligência para com os princípios claros da Palavra de Deus, trarão erros e consequências para o nosso dia a dia (v.1-68).

“Embora a herança de Israel e as contínuas promessas não era um assunto de mérito legal, havia uma conexão entre a piedade da nação e sua prosperidade. Para o Antigo Testamento, o reino teocrático prefigurava o reino de Deus consumado, no qual a justiça e a glória estariam unidas.”[1]

Bênçãos
1.Posição e honra (v.1,10,13)
2.Bênçãos gerais (v.2-3,6)
3.Fertilidade (v.4,11)
4.Alimentação (v.5)
5.Proteção (v.7)
6.Bens proventos dos negócios (v.8,12)
7.Comunhão com Deus (v.9,14)



[1] The Wycliffe Bible Commentary, Electronic Database. Copyright (c) 1962 by Moody Press http://207.44.232.113/~bible/comment/ot/wbc/deu/deu53.html (14/08/2004)

Nenhum comentário:

Postar um comentário