Deuteronômio 33

Capítulo 33: Bênção e gratidão
Moisés se despede do povo com palavras de esperança. Sempre enfatizando a Palavra de Deus e o amor com que Ele cuidou do povo, Moisés pediu que o povo andasse nos caminhos do Senhor, a fonte de todas as bênçãos materiais e espirituais. Deus não deixaria o povo, mas continuaria através de Josué a dar vitórias ao povo. Nunca ficariam sem uma habitação e nem se tornariam um povo derrotado, mas sempre juntos alegrando-se com as bênçãos de Deus. Porém, tudo isso estaria aliado à
obediência à Palavra de Deus (v.1-29).

“Assim é Cristo para o seu povo, que habita secretamente Nele desde a eternidade, sendo escolhido Nele e dado a Ele... onde habitam como em uma fortaleza, seguros, tranquilos, confortáveis e agradavelmente.”[1]

Motivos de bênção e gratidão vistos na bênção de Moisés a Israel
1.Despedida (v.1)
2.Palavra de Deus (v.2, Lei)
3.Amor de Deus a todos os povos (v.3)
4.Palavra de Deus escrita (v.4)
5.Rei (v.5)
6.Família grande (v.6)
7.Ajuda (v.7)
8.Direção divina (v.8)
9.Obediência (v.9)
10.Ensino (v.10)
11.Poder (v.11)
12.Segurança (v.12)
13.Terra (v.13)
14.Produtos da terra (v.14-16)
15.Força (v.17,22 imponência)
16.Alegria (v.18)
17.Prosperidade nos negócios (v.19)
18.Vitória ampla (v.20-21)
19.Favor de Deus (v.23)
20.Comunhão com os irmãos (v.24)
21.Paz (v.25)
22.Deus incomparável (v.26)
23.Cuidado (v.27)
24.Habitação (v.28)
25.Salvação (v.29)



[1] John Gill's Exposition of the Entire Bible - Dr. John Gill (1690-1771) (extraído de e-sword version 10.3.0 - 2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário