Juízes 14

Capítulo 14: A vida desenfreada de Sansão superada somente pela graça de Deus
Duas fraquezas evidentes de Sansão: fama e mulheres. Ele gostava de se diverte às custas dos outros, de mostrar sua força e conquistar as mulheres. Os pais até tentavam colocá-lo no caminho piedoso, mas Sansão era desenfreado. É extraordinário como Deus usa pessoas, mesmo quando elas não andam no caminho do Senhor. É um desafio para a compreensão e só podemos entender com o conhecimento e reconhecimento da graça de Deus. Ele usa as pessoas, não pelo que elas têm para oferecer, nem mesmo sua piedade e boa conduta, mas apenas por sua graça maravilhosa. Isso é uma ofensa para os legalistas, mas um consolo para os que se sentem incapazes e indignos. Sansão realiza os grandes feitos por causa do Espírito Santo que se apoderava dele para a obra de Deus. Sansão destruía todos os princípios da boa conduta. Ele tocou em carcaça de leão, ou seja,
cadáver. Isso era contra o que Deus prescreveu para o nazireu. Certamente ele bebia vinho nas festas, outra proibição. Ele se divertia com seus enigmas, mas não resistia ao charme das mulheres (v.1-20).

“Deus permitiu [Sansão se casar com mulher estrangeira] para que fosse um meio de livrar Israel. Tais casamentos eram proibidos aos israelitas a fim de mantê-los separados das nações idólatras.”[1]

A ponte para o que poderia ser um fracasso, mas que Deus graciosamente contornou (Jz 14)
1.Casamento misto (v.1-2)
2.Indiferença aos conselhos dos pais (v.3-4)
3.Desobediência aos mandamentos de Deus (v.5-9, vinha e cadáver sendo nazireu)
4.Apostas e jogatinas (v.10-20)



[1] Treasury of Scriptural Knowledge by Canne, Browne, Blayney, Scott, and others about 1880, with introduction by R. A. Torrey em Juízes 14.4 (extraído de e-sword version 10.3.0 – 2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário