1 Samuel 20

Capítulo 20: Jônatas protege Davi
1.Davi estava cansado e atordoado por tamanho ódio de Saul contra ele. Jônatas achava que Davi estava exagerando um pouco, mas Davi entendia que Saul não contava tudo para Jônatas, pois este amava Davi e falaria a ele. Jônatas quer acreditar no amigo e faz de tudo para entender a situação. Davi faz um teste com a cooperação de Jônatas e fica concluído que, de fato, Saul quer a morte de Davi. A ausência de Davi à mesa do rei juntamente com a reação do rei seria a evidência do ódio de Saul ou seria apenas impressão de Davi. O sentimento de Davi podia estar um pouco comprometido, por isso, ele está pronto a ser morto pelo próprio Jônatas, caso tivesse culpa diante do rei. Jônatas mantém sua fidelidade a Davi e propõe outro teste a Davi. Jônatas fez Davi prometer que cuidaria da
família dele, o que aconteceu bem claramente, posteriormente, com Mefibosete. O teste de Jônatas era o teste das flechas. A distância e o grito de orientação das flechas para os empregados seriam o aviso para Davi (v.1-23).

2.O contexto desse banquete é uma festa que os judeus celebravam com holocaustos em louvor a Deus. Saul sentiu a ausência de Davi e ficou furioso. Embora fossem dias de louvor, Saul tinha outros sentimentos, o de ódio e o desejo de assassinar Davi. Como Davi não estava ali, a fúria de Saul foi despejada sobre Jônatas, pois este amava muito a Davi e Saul sabia disso. Não havia mais segredos, Saul queria matar Davi e como penalidade para Jônatas, Saul prometeu que jamais ele (Jônatas) seria o sucessor no reino. Saul estava fechado para um diálogo racional, por isso, tentou matar Jônatas. Se havia alguma dúvida na impressão de Davi, Jônatas agora tem certeza que Davi não estava imaginando coisas. É claro que Jônatas tinha sentimentos e, por isso, estava bravo com o pai dele. O apóstolo Paulo adverte aos pais para que não irritem os seus filhos. O aviso para Davi foi dado no campo e os dois choraram, pois ali seria uma separação de amigos forçada pela situação (v.24-42).

“Há muita ternura no caráter de Jônatas para com Davi, assim como o Espírito Santo mostra à igreja, que eu penso que é nossa tarefa e também o nosso privilégio, olhar com atenção: e enquanto adoramos ao Deus bondoso que nos dá o Espírito tão amavelmente, deveríamos implorar por graça para imitar o seu exemplo.”[1]

Dificuldades que não deveriam existir nos relacionamentos, mas são quase inevitáveis (1 Sm 20)
1.Não deveria existir ódio (v.1)
2.Não deveriam existir segredos entre pais e filhos (v.2-3)
3.Não deveriam existir testes de amizade (v.4-7)
4.Não deveria existir desconfiança (v.8-9)
5.Não deveriam existir promessas (v.10-23)
6.Não deveriam existir mentiras (v.24-29)
7.Não deveria existir ofensa (v.30)
8.Não deveria existir chantagem (v.31)
9.Não deveria existir agressão (v.32-33)
10.Não deveria existir separação (v.34-42)



[1] Poor Man's Commentary (Robert Hawker) – 1 Sm 20.42 - Published in 1805; public domain (extraído de e-sword version 10.3.0 – 2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário