1 Samuel 23

Capítulo 23: Mais fugas de Davi
1.Deus não abandonou Davi. Ele seria mais útil em Judá do que no território dos moabitas. O livramento de Queila daria um novo impulso às atividades militares de Davi. Deus usou o profeta Gade numa hora que Davi estava desanimado. O Senhor não quer que fiquemos inúteis. É verdade que, às vezes, temos que sossegar das atividades, mas tudo no tempo do Senhor. A multidão ou o deserto são determinações de Deus para os seus servos e não nós que escolhemos. Os companheiros de Davi estavam com medo dessa empreitada para atacarem os filisteus. Davi, porém, tinha confiança em Deus ao consultá-lo mais uma vez e receber a confirmação. Até Abiatar que estava destituído de toda a família, tinha um ministério sacerdotal. Saul achava que Davi estava em
suas mãos, pois Queila era uma cidade fortificada e não teria como Davi fugir. A preocupação de Davi não era mais consigo mesmo, mas com a cidade de Queila ser destruída por Saul por causa de Davi. Quando o servo de Deus fica maduro, passa a pensar mais nos outros do que em si mesmo. Os próprios moradores de Queila, salvos por Davi, não mostrariam misericórdia e o entregariam a Saul, mostrando ingratidão. Porém, Davi fugiu antes que isso acontecesse. Deus estava cuidando de Davi (v.1-14).

2.Jônatas sempre animava Davi a confiar no Senhor. É muito bom ter amigos que nos aproximam do Senhor. Jônatas está comprometido com Davi e seu futuro reino, mesmo que para isso tenha que ficar contra o próprio pai. Precisamos confiar em Deus e honrar os pais, mas quando estes nos querem longe de Deus, temos que, corajosamente, ficar do lado certo, o nosso Deus. Havia muitas pessoas que estavam prontas para entregar Davi a Saul, pensando em obter vantagens. Não pensavam no correto, mas no conveniente. Saul contava com essas pessoas, mas reconhecia que Deus estava com Davi e que ele era muito esperto. Deus usou uma invasão dos filisteus para desviar Saul da perseguição a Davi. Sim, as circunstâncias imprevistas podem se tornar o nosso escape quando Deus está nos dirigindo (v.15-29).

“Certamente foi a providência de Deus que dirigiu esse caso, que um mensageiro viesse a Saul no exato momento que Davi estava para cair em suas mãos.”[1]

O servo de Deus não tem parada (1 Sm 23)
1.O servo de Deus não para de ver injustiças e medo (v.1-4)
2.O servo de Deus não para de consultar a Deus (v.5-14)
3.O servo de Deus não para de receber ânimo de Deus para continuar (v.15-18)
4.O servo de Deus não para de enfrentar problemas (v.19-26)
5.O servo de Deus não para de receber a providência de Deus (v.27-29)



[1] John Gill's Exposition of the Entire Bible, 1 Sm 23.27 (John Gill 1690-1771 - extraído de e-sword version 10.3.0 – 2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário